25 segredos para ser um bom líder

Publicado por | Gestão de Pessoas

Porque o otimismo é importante na carreira profissional

Nesse momento, você precisa se transformar em um Líder e ter ao invés de subordinados, liderados que te respeitam pelo o que você é e faz e não pelo cargo que ocupa.

Somente assim você obterá resultados e poderá continuar almejando mais crescimento profissional.

Existem centenas de definições sobre o que é ser um Líder ou como se transformar em um.

Transforme-se em um líder

Citarei aqui apenas algumas muito práticas, conforme minha vivência e não baseadas em teorias dos inúmeros livros que existem sobre o assunto.

O interessante é que grande parte delas vale também para quem ainda não é “chefe” e quer ser. Exemplificando, veja os itens 4, 5, 6 e 7. Converse com seu Líder para estabelecerem esses itens em conjunto. Se isso não for uma prática na sua empresa, ele se surpreenderá.

1.    Trabalhe mais que seus Liderados. Muita transpiração;

2.    Você tem que ser mais capacitado que seus Liderados. Saber e conhecer mais sobre os assuntos da área do que qualquer outro;

3.    Estruture a área para não haver responsabilidade compartilhada ou difusa entre várias pessoas. Sem isso, sempre haverá aquela velha justificativa: “Eu fiz a minha parte, mas não deu resultado porque o João não fez a dele”;

4.    Crie em conjunto com cada Liderado, indicadores de resultados para medir o desempenho deles. Isso dá a direção que eles devem seguir. Tudo que é medido, melhora;

5.    Trabalhe dentro do conceito de melhoria contínua sobre esses indicadores. “Hoje melhor do que ontem e pior do que amanhã”;

6.    Estabeleça junto com os Liderados, metas desafiadoras para esses indicadores de resultados;

7.    Ao final de cada mês, peça para que os Liderados façam uma auto-avaliação e depois sente com eles e cobre fortemente pelos resultados. Até porque seu Líder o fará com você. Diga o que você acha que foi bem (elogie) e o que precisa ser melhorado. Ofereça apoio para a melhoria dessas fraquezas;

8.    Para quem está indo muito mal, aponte os problemas, ofereça apoio, mas avise que se continuar sem obter resultados, não poderá continuar na empresa. Fora alguma falta grave, ninguém deve ser demitido sem antes ser alertado;

9.    Demita os Liderados que continuarem sem obter resultados;

10.    Jamais promova alguém por amizade ou simpatia. Utilize a “meritocracia”.

11.    Faça acontecer ou seu substituto o fará;

12.    Jamais “durma com o inimigo”. Se alguém estiver “jogando contra”, demita;

13.    Identifique entre seus Liderados quem é um Talento. Invista nele. Se você for “insubstituível”, jamais crescerá na carreira;

14.    Motive seus Liderados. Crie um bom ambiente de trabalho, com disciplina, mas onde as pessoas se sintam bem;

15.    Aprenda a ouvir. Incentive seus Liderados a darem contribuições e novas ideias. Eles se sentirão valorizados;

16.    Focar as ações importantes e não deixar que os Liderados saiam “atirando para todos os lados”. Não acertarão nada. Não percam tempo com bobagens. Esqueçam as formiguinhas e olhem para os elefantes;

17.    É fundamental para o Líder ter sinergia e alinhamento com seus pares e áreas relacionadas;

18.    A Liderança deve ser situacional. Isso quer dizer que o comportamento do Líder deve variar conforme a situação, ou seja, há momentos que devemos ser “duros” e em outros mais maleáveis, delegar ou centralizar, “botar pressão” ou amenizar, dar bronca ou elogiar, etc.;

19.    Tratar seus Liderados da mesma forma que você gostaria que seu Líder o tratasse;

20.    Nenhum exército ganha a guerra em função do Comandante e sim, pelo conjunto: Comandante e Comandados;

21.    O Liderado sabe quando está sendo enrolado. Nada melhor do que falar a verdade, por mais dura que seja. Em um primeiro momento é mais desgastante, mas gera credibilidade e confiança ao longo do tempo;

22.    Não há nada mais desmotivador que um Líder “roubar” a conquista de um Liderado. E todos ficarão sabendo;

23.    Saiba dosar mais delegação ou mais controle sobre os Liderados, de acordo com as características de cada um. Muito controle e restrição em Liderados ousados e capacitados, gera frustração. Pouco acompanhamento e orientação para Liderados mais inexperientes, gera insegurança;

24.    Jamais dê um “esporro” em um Liderado na frente de outras pessoas. Faça-o particularmente;

25.    Não caia no modismo de ficar mandando muitos e-mails para os Liderados. Procure conversar olho-no-olho.

Fácil, não é? São somente 25 itens…

Clique aqui a confira mais artigos sobre liderança.


Last modified: 09/11/2017